quarta-feira, 15 de maio de 2019

FILOSOFIA: PARA QUÊ?

Texto :Professor Luciano Matias

Resultado de imagem para imagem filosofiaO ensino de Filosofia  é fundamental para a construção de um pensamento lógico,coerente, racional e crítico. A Filosofia, surgida na Grécia Antiga e denominada assim, por Pitágoras, é fruto da curiosidade humana e dos questionamentos acerca dos fenômenos que ocorrem em nós e ao nosso redor.

Os filósofos pré-socráticos procuravam a origem, o elemento fundante de tudo o que existe. A partir de Sócrates, a Filosofia se concentra no Ser humano e no processo de conhecimento. Tudo é  passível de questionamento filosófico, desde a existência natural até a sobrenatural.

Por outro lado, a Filosofia não pretende elaborar respostas definitivas, absolutas para as coisas. Ela preocupa-se sobretudo no processo de reflexão. O caminho é mais importante do que a chegada.

Ela, a Filosofia, torna-se um instrumento essencial na transformação de pessoas estáticas,acomodadas,"Maria vai com as outras" em pessoas dinâmicas, ativas, protagonistas, que não aceitam os fenômenos pelos fenômenos em si.

A sociedade só chegou no estágio atua de civilidade porque a Filosofia, mãe de todas as ciências, deu sua contribuição no processo de desenvolvimento humanístico e, também, em outras áreas da vida.

Sem a Filosofia, estaríamos em um estágio inferior no que diz respeito à capacidade de aprofundar questões que constituem o amálgama da sociedade e da vida em si: quem somos? qual nossa origem? Para que somos? qual nosso destino?

Pensar é o elemento básico que nos distingue dos outros animais. Saber que sabemos é o elemento que nos faz ser o  que somos. A Filosofia nos ajuda neste processo auxiliando-nos na desconstrução e reconstrução contínua de saberes e sentido da existência.

sexta-feira, 5 de abril de 2019

REPENSAR A ESQUERDA.

Resultado de imagem para IMAGEM REPENSANDO A ESQUERDA
Texto: Professor Luciano

Tenho repetido o mantra da renovação das esquerdas no Brasil e no mundo. As pautas de esquerda devem superar a busca pelo comunismo e pelo socialismo. O comunismo porque não deu certo em nenhum canto do mundo,com exceção das primeiras comunidades cristãs, que segundo o livro dos Atos dos Apóstolos, surgiu entre os apóstolos de Cristo ( todos tinham tudo em comum e dividiam o pão com alegria); o socialismo pelo atraso intelectual de perceber as mudanças ocorridas em nosso mundo em todos os âmbitos,além dos motivos já mencionados quanto ao fracasso do comunismo.

A esquerda deve se pautar pela defesa intransigente dos mais pobres;pela defesa de uma sociedade mais justa; pela defesa de uma economia moderna,eficiente e eficaz, mas sustentável; pela preservação do meio ambiente (nossa CASA COMUM,segundo o Papa Francisco);por uma educação de qualidade para todos os que querem estudar; por uma saúde universalista; pelo comunitarismo; pelo respeito à diversidade de toda espécie; por uma sociedade democrática e por uma pluralidade cultural.

Precisa deixar de lado a "política do quanto pior melhor" e da vingança, que leva à divisão e promove a discórdia. 

Alguns quadros surgem com potencialidade para mudar os rumos da esquerda. Temos Flávio Dino,Ciro Gomes,Marina Silva, Tarso Genro,o próprio Haddad, se conseguir ter independência de atuação. Além desses quadros, podemos citar tantos outros que estão na seara socialdemocrata,que podem contribuir para a mudança necessária no campo progressista.

Concepções econômicas atrasadas somadas com prepotência política podem deixar para sempre a esquerda fora do poder, o que não seria bom para o Brasil.

Continuo acreditando na renovação ideológica do campo progressista e esperançoso que o Brasil retomará o rumo de inclusão dos mais desfavorecidos da sociedade, mas sem radicalismo.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

DEMOCRACIA

Texto:Professor Luciano Matias
Resultado de imagem para imagem da democraciaA democracia é uma das mais belas heranças deixadas pelo povo grego à humanidade. Nela a liberdade humana toma forma em sua plenitude,sem deixar de lado o respeito às leis, que por sinal, são frutos desta sociedade democrática.

A democracia possibilita a escolha de pessoas que irão representar os anseios da maioria do povo nas instâncias de poder,mas não só, ela favorece a liberdade de pensamento e expressão, a liberdade de ir e vir, a harmonia em Estados regidos por ela.

É imprescindível defendê-la a todo custo. Obviamente ela não é perfeita,merece ser  aperfeiçoada em diversos aspectos, mas é o que temos de melhor e, dela não podemos abrir mão.

Dito isto faz-se necessário considerar que o PT não fez uma escolha coerente ao mandar sua presidente para a posse de Nicolás Maduro na Venezuela. Há muito aquele país deixou de ter um Governo democrático. O povo está sob uma ditadura humilhante, passando necessidades básicas A fome é um dos principais fantasmas do regime madurista. Portanto, o PT continua cometendo erros gritantes na condução dos processos partidários e, assim, vai perdendo o bonde da história. 

Tenho dito que a esquerda precisa se reinventar, estamos no século XXI, as bases sociais e históricas são bem outras. Não cabe uma esquerda radical, não cabe uma oposição raivosa, não cabe apoios a ditaduras.

A esquerda precisa rever seus conceitos econômicos, precisa ser mais liberal na economia e progressista nos costumes. Quem sabe dar uma guinada para uma socialdemocracia. O Estado precisa focar no que interessa: educação, saúde e segurança. Outros elementos são de foro íntimo, inclusive a cor da roupa que visto.

A democracia precisa ser defendida e a esquerda festiva e a direita raivosa não estão contribuindo para esta defesa. 

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

HABEMUS PAPAM GRATULATIO

Texto: Professor Luciano Matias
Resultado de imagem para papa franciscoO Papa Francisco recebeu, nesta terça-feira (11/12), no Vaticano,Coletivos que defendem a democracia. Lá estavam representantes do Brasil,por exemplo,Chico Buarque.

Nessa ocasião, o Papa Francisco afirmou que a mídia mais do que nunca cria fatos e o judiciário compra a ideia, desfazendo a vida de muitas lideranças que lutam por uma sociedade mais justa e fraterna.

Afirmação à parte, o Papa atual tem se  mostrado como o grande baluarte mundial da luta em favor da democracia e da justiça social. Certa feita um grande influenciador de minhas opiniões ( desde já advirto ser ele um bispo fervoroso na fé) afirmara que o cristão autêntico é um comunista autêntico, na acepção não eleitoreira da palavra. Neste sentido o cristão Francisco, por acaso Papa,tem sido um "vermelho". Embora vermelhos nem sempre sejam comunistas, como por exemplo o PT e suas lideranças.

Jorge Bergoglio ( Francisco),é um grande estadista, reformador da Igreja, voz da resistência à exclusão social e da violência da ultradireita.

Suas palavras tem a força do açoite de Cristo frente aos mercadores do Templo de Jerusalém, suas atitudes de acolhimento dos mais pobres ecoam como marteladas incovenientes no mundo fechado dos condomínios de luxo.

Sendo Bergoglio um grande líder mundial, tem deixado boquiabertos àqueles que preferiam um Papa "santo", mas surdo e mudo aos problemas sociais deste mundo.

Pobres, imigrantes, negros, índios e movimentos sociais tem sido sistematicamente apontados como elementos essenciais para a reflexão dos cristãos nas homilias franciscanas curtas, mas penetrantes,como espada de dois gumes, na carne daqueles que,dificilmente entrarão no Reino de Deus,pois é mais fácil um camelo passar no buraco da agulha.

Agora realmente, HABEMUS PAPAM.


quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

MAS O QUE É A VERDADE? (DA PARVOÍCE DO BRASIL)

Texto: Professor Luciano

Resultado de imagem para imagem da esquerda atualA medievalidade brasileira é estonteante, junta-se a isso a generalizada carência mental,o atraso e a parvoíce deste imenso país e está formada a coroa que resulta nos efeitos da trágica desigualdade monstruosa. Fatos não estranhos a este  país, que a cada dia distancia-se da democracia e da civilidade, onde a própria República é fruto de um golpe militar e não da vontade popular ( mesmo que o povo,naquele momento histórico  fosse enamorado, na forma platônica, desta forma de governo). 

Por incrível que possa parecer, nos dias de hoje, ainda restam pessoas que acreditam que o comunismo governou o país nas épocas de ouro do PT no poder, ou que existe uma ameaça comunista, um complô vermelho. Pura balela, desconhecimento do mundo atual, ou simplesmente falta de massa cinzenta cerebral  suficiente para um mínimo de argumentação racional.

O PT nunca foi comunista, nem Lula o era. Aliás, perguntado em uma entrevista quando era presidente se ele era de esquerda,simplesmente respondeu"Não", apensa lutava por um Brasil mais igual ´para todos . o que lhe resultou em uma ´prisão política em 2018, fato agora muito bem provado pelas nomeações estranhas no ministério do futuro Governo, provas aliás, que não existem no caso do suposto comunista Lula, apenas indícios.

Porém resta ao campo progressista,especialmente ao PT, refletir sobre suas práticas e  verificar se a rota não precisa ser corrigida. Sem perder de vista a inclusão social por meio de políticas cada vez mais radicais, que paguem a dívida social com os pobres, negros, indígenas e minorias,precisa-se   modernizar a teoria e a prática econômica, para fazer jus às necessidades modernas.

Certo é que,neste Brasil estranho e mentalmente (in)acabado, o que era puro torna-se impuro muito rapidamente e o contrário também se revela, basta contemplar a pureza dos nomes indicados ao Palácio do planalto 2019.

O campo progressista pós-eleições está normalmente rachada, a direita sem rumo e a ultradireita eleita desgovernada e sem posição definida quanto a muitos assuntos, revelado no  vai e volta de decisões conturbadas.

As ruas, não demorarão a estar repletas de pessoas insatisfeitas e as bandeiras ressurgirão de todas as matizes , porque assim como Paulo caiu no caminho de damasco repentinamente e considerou que o caminho seria outro, assim também, como em uma lucidez instantânea,o brasileiro sairá da sedação mental a qual foi induzido, cairá para se levantar mais forte e com mais cérebro.

A luta do campo progressista deve continuar de forma efetiva e combativa, mas buscando um discurso atual,transparente e que se viva na prática.

"Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará"(João 8,32). Mas "o que é a verdade?"

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

OMISSÃO POLÍTICA É PECADO

Texto:  Prof. Luciano Matias
Resultado de imagem para imagem votando no BrasilAproximamo-nos da primeira grande batalha eleitoral de 2018.Dia sete de outubro o eleitor começará a escolher aqueles e aquelas que têm a missão de comandar o Executivo do nosso País e nosso Estado e de legislar na Câmara Alta e na Câmara Baixa  da República e nas Assembleias legislativas.

Quero destacar neste artigo a importância da participação de todos os cidadãos neste processo de escolha, pois o voto é o instrumento mais importante em um Estado Democrático de Direito ( embora há dúvidas nesse momento, se estamos vivendo nesse estado de Estado democrático, mas deixemos esse detalhe para outra ocasião).

Pois bem,o xadrez está sendo jogado e, muitos não querem mexer as peças do tabuleiro, pois há um movimento no Brasil despolitizando as pessoas, pregando que a política é algo desastroso e que só leva à desordem e à corrupção.

Não é bem assim. A política  é o principal instrumento de manutenção ou de mudança no "status quo" coletivo, ao menos em um suposto Estado democrático de Direito. Negar isso, como querem setores da ultra direita conservadora, é querer excluir ainda mais a população das decisões que afetam sua vida. Bertolt Brecht já afirmara que o " verdadeiro analfabeto é quem diz que não gosta da política".

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, insiste em nos lembrar que o cristão/católico (eles orientam o rebanho católico) deve se envolver com afinco na política, seja como eleitor,seja como candidato, pois é nesta seara que a vida pode melhorar e o poder público se tornar um serviço ao cidadão.

É um "pecado" de omissão, excluir-se do processo eleitoral, é deixar os porcos comerem as pérolas. É necessário uma reação urgente e, as escolas, igrejas, sindicatos, partidos políticos têm sobre seus ombros a missão de encorajar e fazer ressuscitar nos cidadãos a esperança de um presente melhor.

Saiamos da inércia, que é estimulada por vários setores conservadores, ergamos nossa cabeça e depositemos mais uma vez a confiança naqueles que se dizem nossos representantes.

E que Deus nos ajude!



quarta-feira, 25 de julho de 2018

EDUCAÇÃO, LEITURA E TRANSFORMAÇÃO SOCIAL

Texto: Professor Luciano


Resultado de imagem para IMAGEM DE LEITURA
A educação é o motor que deve transformar a sociedade. Aliás, é um instrumento poderoso na transformação de pessoas, como lembrou Paulo Freire. Podemos distinguí-la em informal e formal. A informal é a que nós recebemos, consciente ou inconscientemente, na família, na Igreja, com os amigos; a formal é aquela institucionalizada, a dos bancos escolares. 


Entendo que,tanto uma como outra, deveriam transmitir e, acima de tudo, dar exemplos  da importância de ler, de apreciar um bom livro, de degustar literatura.

Confesso que, como professor de Filosofia do ensino fundamental ao médio, fico horrorizado com a falta de leitura da maioria dos alunos. Essa incapacidade literária demonstra-se claramente na inabilidade de interpretação em uma simples leitura e, sobretudo nos deploráveis trabalhos escritos, que não raro, necessita de tradução para a Língua Portuguesa.Tarefa complexa dado que é necessário, primeiro compreender em que língua está escrito.

A educação formal deve voltar-se ao ensino dos clássicos , não somente resumindo a biografia dos autores, mas fazendo com que haja contato com suas obras.Leitura das grandes obras literárias nacionais e internacionais. Essa tarefa deve iniciar-se já nos primeiros anos de educação escolar,através de metodologias lúdicas.

Estou cada vez mais convencido que a educação é o mecanismo fundamental das transformações sociais, que devem ser oriundas de mudanças pessoais, assim como convencido que só o aprender a ler livros e interpretá-los poderão nos ajudar a ler e interpretar o nosso mundo.

Boa leitura!